h1

Minha Casa Estúdio

Quanto mais fotógrafos eu conheço mais frequente me parece a ligação entre fotografia e arquitetura. Muitos fotógrafos são arquitetos de formação, e todos nós gostamos de fotografar arquitetura e urbanismo pelo mero prazer estético. Por isso, não é raro entre nós a aspiração de desenhar nossa própria casa ou o nosso local de trabalho. Eu tive o privilégio de poder realizar esse sonho.

esqueleto noturno           

Ansel Adams, no seu livro “Camera and Lens”, deu a receita: além do laboratório e do estúdio com fundo infinito que poderia servir também como uma fotogaleria, o espaço deveria incluir um escritório, um arquivo, uma sala de produção e de fotoacabamento e um banheiro, ao que eu acrescentei uma sala de estar/biblioteca, um quarto de dormir e uma pequena cozinha.

 Ajustando os caibros juntos          

Optei pela taipa como modo de construção, por ser mais barato, mais original, mais integrado com a região onde eu já morava, mais de acordo com o clima e a cultura local. Também tive a sorte de encontrar, morando aqui pertinho, dois bons mestres taipeiros, o Chicão e o Zé Maria, com quem formei uma equipe de trabalho eficiente. Havia ainda o valor puramente estético da construção em taipa, belíssima em qualquer etapa da edificação e que acabou sendo tema de um ensaio fotográfico de cerca de 1.200 fotos cobrindo todo o processo.

Parede de fundos varas verticais           

Mas, acima de tudo, eu queria um lugar sossegado e esteticamente bem resolvido, onde eu pudesse integrar a minha vida com o meu trabalho – para mim uma boa maneira de reduzir o estresse – onde eu pudesse trabalhar noite a dentro assim como nos fins de semana, descalço, usando roupas de casa, ouvindo meus discos queridos ou a Rádio Mundial via internet, parando para um rango, um café… enfim, um lugar bom para o trabalho e ótimo também para o lazer, para receber amigos, promover oficinas, encontros e festas.

fachada cor           

Além dos trabalhos de laboratório, fotos de produtos, reprodução e restauração de fotos antigas, etc., esse espaço profissional provou ser muito eficiente também nos trabalhos de retratos e de moda, por ser um lugar simpático e descontraído para modelos e equipes de produção e também por estar localizado numa bela zona semirural, cercada de campos, manguezais, rios, dunas e a praia de Sabiaguaba com amplas possibilidades para fotos ao ar livre.

Anúncios

12 comentários

  1. puts, cara irada! curti muito Zé ^^
    valeu 😀


    • Olá Eliene: Grato pelas palavras gentis! Você pode ver mais fotos da Comunidade Sabiaguaba (temos 4 casas), mais fotos externas e internas da minha casa assim como as fotos da sua construção no seguinte endereço: http://picasaweb.google.com.br/jalbanobr É só dar um clic na foto da capa do album “Comunidade Sabiaguaba” Fiquei curioso sobre onde fica o seu interior e como é sua casa!
      Abraço do José Albano


  2. gostei de como fazer usou da sua liberdade, sem ter que copiar idéia.Mas gostaria de ver a arquetetura interna. obrigada. moro no interior do ceará, não chego a um décimo da sua capacidade, mas procuro tambem faser a diferença na minha comunidade. tenho uma casa simples, que procuro uzar um pouco da criatividade, e vejo que faz a diferença. obrigada.PARABÉNS!


  3. Oi, Zé Albano! Conhecia sua casa de nome, mas só recentemente a vi em imagens. Estou aqui no Camará (entre Eusébio e Aquiraz) querendo construir uma casa de taipa. Aqui tem um lago, um clã de capivaras, um cassaco gaiato e muitos pássaros, não vejo sentido em ter casa de alvenaria tradicional. Os taipeiros que construiram sua casa ainda moram por aí?


    • Olá Ana: Foram dois mas um deles já morreu e o outro penso estar aposentado. Certamente você conseguiria encontrar alguém aí na região. Antes de fazer sua casa, venha ver a minha ao vivo e trocar ideias. Isso poderá enriquecer o seu projeto. Meu endereço: Rua Mar del Plata, 265, Lagoa Redonda divisa com Sabiaguaba, bem perto da sede da Água Mineral Indaiá. Meu telefone de contato:
      (085) 3476 8625. Apareça! Abraço, José Albano


  4. Tive o prazer de conhecer o José Albano pessoalmente há muitos anos, porque somente ouvia falar dele e por ter visto algumas fotos dele em exposição. Resolvi um dia ir visitá-lo em sua residência na Sabiaguaba, e fiquei admirado e impressionado com sua casa e seu estilo de vida, e neste dia, talvez ele mesmo nem lembre disso porque faz muito tempo, e creio que o mesmo não lembre mais de mim, mas lembrará se me ver novamente pessoalmente. Neste mesmo dia, convidou-me para almoçar com ele, no estilo comida integral. Conversamos muito a respeito de fotografia(porque também sou fotógrafo), estilo de vida, trabalhos, viajens em sua moto ML, etc e tal. Considero a José Albano uma pessoa gente muito boa, humilde, amigo, prestativo, enfim uma pessoa admirada no meio fotográfico em nosso Ceará. Quem o conhecer vai gostar dela logo de início. Um abraço ao amigo José Albano. AT…(Expedito Sampaio)


    • Olá Expedito Sampaio: Grato pelas palavras gentis. Se você apreciou a visita, que tal voltar por aqui? Temos feito almoços comunitários aos domingos, onde quem vem traz alguma coisa, comida ou bebida, para compor a a mesa. Alguma coisa simples como um pé de alface ou uma lata de ervilha ou milho verde, alguma fruta ou um doce para a sobremesa… Todos são bem vindos e nem precisa avisar. Sentamos na mesa entre 13:30 e 14:00 hs. Seja bem vindo! Abraço, José Albano


    • Olá Expedito: Grato pelas palavras gentis! Se gostou daqui, volte qualquer dia! Abraço, Zé Albano


  5. O senhor gosta de vinhos?
    Minha família tem uma pequena vinícola aqui em Santa Catarina.
    Vou lhe presentear com uma garrafa quando passar por aí…


    • Olá Henrique: Sim, aprecio um bom vinho! É pena que Fortaleza seja tão longe!…


  6. Olá, Ze o senhor nao sabe a quanto tempo me inspiro no seu estilo de vida. Te conheci através de um amigo, virtualmente.. me identifiquei de primeira. Sinto muito orgulho de você. Minha casa vai ser assim, totalmente necessária, simples e bela, nada de supérfluos. Adoraria conhecê-lo pessoalmente um dia, tomar um cafe contigo. Um abraço forte.


    • Olá Maria: Minha casa é uma criação poética, meu poema!… Quando alguém se identifica com essa obra, como você declara ser o seu caso, isso me faz feliz! Se você mora em Fortaleza, terei prazer em recebê-la para um café para lhe apresentar aos detalhes da minha casa. Se não, poderei enviar para o seu e-mail um arquivo com fotos coloridas da minha casa pelo sistema WE TRANSFER. Creio que você apreciará os detalhes de arquitetura e design empregados aqui. Grato pelo seu interesse! Bom conhecê-la! Abraço, Zé Albano.



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: